sábado, 23 de outubro de 2021

NOTA DE FALECIMENTO


                                                                                              1936-2021

Comunicamos o falecimento de nosso associado Américo Ribeiro Mendes Netto. Engenheiro Civil e Elétrico pela UFRGS. Natural de Caxias do Sul foi executivo da área de comércio internacional durante 38 anos. Trabalhou em grandes empresas, como a General Eletric, Eberle, a Philco-Ford e Grupo WEG. Poliglota, em função do trabalho visitou e trabalhou em 60 países. Chegou no Metrópole em Novembro de 2017 para manter a mente, inquieta e muito ativa, funcionando à “meia potência” segundo ele. Afável com seus pares, fez várias amizades no nosso meio. Deixa a esposa Maria Luiza, quatro filhos, três netos e uma legião de velhos e novos amigos.

FACEBOOK OFICIAL

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

                                  XIX TORNEIO ABERTO
          CIDADE DE PORTO PORTO ALEGRE 249 ANOS
   IRT PREPARATÓRIO PARA OS 250 ANOS DA CIDADE

PREMIAÇÃO R$ 2.500,00
                                      FIDE 265631/CBX 5405 
REGULAMENTO:
https://docs.google.com/document/d/1-sH1wdhAUTmQqXzmxSi62TbKS4z_4kj9/edit?usp=sharing&ouid=100331694849961382701&rtpof=true&sd=true

LISTA DE INSCRITOS-CHESS RESULTS
https://chess-results.com/Tnr574373.aspx?lan=10


RECOMENDAÇÕES:
No dia do evento o regramento e protocolos do torneio, do Município, do Estado, da SOGIPA e MXC devem ser cumpridos. Não teremos público e acompanhantes, exceto menores de 18 anos, com cota de um (01) por atleta. No caso de equipes um responsável por delegação.

FACEBOOK OFICIAL

terça-feira, 25 de maio de 2021

REABERTURA DO METRÓPOLE



 Aos associados e frequentadores do Metrópole. Fechados desde março de 2020, em virtude da COVID, comunicamos que voltamos às atividades. Como estamos em plena pandemia, solicitamos a todos o uso contínuo de mascara nos ambientes do Clube e no prédio onde nos localizamos. No caso de desrespeito a norma, o frequentador será convidado a deixar o recinto. A higienização das mãos deve ser prática constante no dia-a-dia do Clube. Recomendamos que o frequentador porte seu material de assepsia (álcool, gel ou similar) e mascara sobressalente. Vamos disponibilizar álcool 70% e o Clube está preparado para o retorno. As mesas estão distanciadas e não devem promover assistentes no entorno das mesas. O distanciamento social é importante.

Quanto às competições, acreditamos não ser o momento de promover torneios. Talvez, no nosso aniversário possamos comemorar nossa fundação com um torneio e coquetel.

Solicitamos ao quadro associativo, na medida do possível, que negocie e coloque em dia as mensalidades em atraso. É imperativo que o sócio efetue seus pagamentos. Até agora foi possível saldar os compromissos, mas não podemos comprometer a saúde financeira do Clube, conquistada com o apoio do associado à atual diretoria do MXC . Toda quinta-feira, um membro da Diretoria estará no Clube para tratar desse assunto e receber o associado.

No dia-a-dia, o primeiro sócio a chegar, abre o clube, com a chave disponível na portaria do prédio, entrega a chave para o porteiro e o último a sair, toma as providências necessárias e fecha o Clube.

Contamos com a colaboração de todos.

A Diretoria

FACEBOOK OFICIAL

quarta-feira, 27 de janeiro de 2021


TEMPO E PORTUNIDADE

Tempo e oportunidade são indicadores que impulsionam uma tomada de decisão de forma eficaz. A chance de um operador de mercado obter sucesso numa operação está eminentemente estribada nesses indicadores. Vale o mesmo para o enxadrista que no curso de uma partida está compelido a manter a harmonia do fenômeno tempo com a respectiva oportunidade de tomada de decisão para realizar determinado lance.

Cumpre, no entanto, destacar que os exemplos apresentados são ilustrativos, haja vista que tempo e oportunidade estão presentes em todas as ações do ser humano que, no ano em curso, teve suas rotinas de vida impactadas pelo coronavírus. Necessitando, de forma súbita, alinhar-se a uma nova situação. Nesse contexto, vale evocar a celebre afirmação de Charles Darwin: “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças”

No universo em que gravita a combinação tempo e oportunidade está presente a condição social de cada um (magistralmente definida na hierarquia das necessidades de Maslow).  Essa hierarquia definiu como cada indivíduo está enfrentando o período de pandemia. Período esse que mostrará, quando retomarmos a normalidade, os aspectos positivos derivados dessa amarga experiência, bem como se fomos eficazes no exercício da combinação tempo e oportunidade.

Tadeu Fernando Nunes da Silva

Funcionário Público do TCE, aposentado, Vice-Presidente do MXC e vice da  FGX


   FACEBOOK OFICIAL

quinta-feira, 24 de dezembro de 2020


Que todos os bons sentimentos que o Natal traz preencham seu coração,

trazendo mais alegria para cada dia do Ano Novo e que você possa dividir

tudo isso com pessoas especiais que fazem parte da sua vida.

São os Votos da Diretoria do MXC, aos associados e a todos que trabalham

Para o crescimento do xadrez. Feliz natal

FACEBOOK OFICIAL

 

quarta-feira, 18 de novembro de 2020

TEMPO E OPORTUNIDADE



                                                              Luís Ernesto Serra Azul da Fonseca


O texto que vamos publicar é de autoria de Serra Azul e apareceu pela primeira vez no blog GELACHESS, coordenado pelo enxadrista e escritor nas horas vagas. A relação tempo e oportunidade dá-se nas entrelinhas, subliminar. O "tempo quântico" encaminha uma interpretação do quadro Guernica de Pablo Picasso.

Vi o quadro pela primeira vez em 1980 no MoMA, Museu Arte Moderna de NY, ainda sem a experiência que a vida me deu. O que me chamou a atenção foram as linhas geométricas, pra mim um tabuleiro imaginário e algumas peças. Entre as quais um cavalo. A minha segunda vez diante do quadro, foi na Espanha. O quadro ficou "exilado" 40 anos e com a morte de Franco voltou. O museu que o abrigou, por ironia do destino foi um antigo hospital, que reformado, deu origem ao Reina Sofia. Dez, doze anos se passaram e a segunda vez diante da obra foi silenciosa, quase dramática. Era uma partida, eu de peças pretas, perdido no meio de uma caótica armadilha. Múltiplas interpretações e num lugar simbólico, um antigo hospital. Àqueles feridos no bombardeio da cidade Basca de Guernica, finalmente seriam atendidos. Uma linguagem  paradoxal, uma partida imaginaria e atemporal. Levei esse lapso de tempo para entender os significados contidos no quadro

Vamos ao texto do Serra, um primor de analise comparativa, instigante e uma outra maneira de interpretar o "salto do cavalo"


O Salto do Cavalo e o Hiperespaço

 

Em 1884 o clérigo britânico Edwin Abbot escreveu um romance de grande sucesso, com nove sucessivas tiragens: Flatland: A romance of many dimensions by a Square.

Neste, um cavalheiro chamado Quadrado vive num mundo bidimensional, a Chatalândia, com um rígido sistema de castas. Um dia ele recebe a misteriosa visita do Senhor Esfera.  Na sua visão bidimensional, o Senhor Quadrado via apenas a capacidade do Senhor Esfera, na forma de um círculo, tomar o tamanho que quisesse e desaparecer quando bem entendesse.  A consciência que o Senhor Quadrado adquiriu em contatos e viagens com seu amigo tridimensional acabou sendo seu infortúnio, pois virou uma ameaça ao mundo dos chatalandeses sendo perseguido por seus Sumos Sacerdotes.

Ao ler esse conto, logo me veio à mente o xadrez.

Jogo estritamente bidimensional onde uma única peça tem a consciência e a capacidade de utilizar, de forma limitada, um universo que ela mal consegue enxergar apesar de saber de sua existência: o espaço tridimensional em que vivemos.

 

Quem já jogou Xadrez Australiano sabe o caos que é para os habitantes do mundo plano a entrada, do nada, de novos guerreiros inimigos. É conhecida a debilidade nesse mundo louco das outrora poderosas torres e damas, que se fragilizam enormemente num universo completamente poroso. E o crescimento em força do Cavalo, o único que pode utilizar esse mundo tridimensional em seus deslocamentos.

O Cavalo encanta, o conhecido salto em L nada mais é que uma saída abrupta de um mundo bidimensional e seu reaparecimento em outro local desse mundo, tais quais os buracos de minhoca tão badalados por nossos físicos teóricos.

Essa capacidade do Cavalo, uma peça lenta, que não consegue ganhar tempos e nem mutuamente se defender com qualquer outra peça, faz com que ele quase se iguale em força e muitas vezes supere o poderoso bispo.

O Cavalo é um solitário por natureza, sua capacidade é sua desgraça, a cada salto ele abandona todo o território de sua influência, perdendo todas suas posses e bens e entrando num mundo novo, onde terá que fazer novas alianças e abandonar as antigas. E seu salto é quântico, ou seja, determinado, mensurável, limitado. As forças inimigas podem tentar se prevenir aonde o cavalo pode aparecer, mas para esses cálculos gastam uma enormidade de energia mental, muitas vezes exaurindo os recursos escassos, tornando o Cavalo tão temido perante exércitos mais inexperientes.

E quanto menos recursos seus inimigos têm (tempo, conhecimento), mais potente torna-se o Cavalo. Até exércitos comandados por fortes mestres internacionais já desmoronaram surpreendidos por este senhor, que quando ameaça, não está ameaçado e, a não ser sua eliminação física, nada pode interpor-se ao seu próximo salto.

 

Luís Ernesto Serra Azul da Fonseca

Funcionário Público, Escritor e Sócio do MXC

Obs.: Xadrez Australiano: xadrez jogado entre duas duplas em dois tabuleiros, em que as peças capturadas por um jogador podem retornar a qualquer momento como uma jogada por seu parceiro. Não se esforcem para entender, é caótico.

FACEBOOK OFICIAL

quarta-feira, 16 de setembro de 2020

NOTA DE FALECIMENTO

                                                                  

É COM PROFUNDO PESAR QUE O METRÓPOLE XADREZ CLUBE COMUNICA  O FALECIMENTO DE SEU ASSOCIOADO EMÉRITO E MESTRE INTERNACIONAL

FRANCISCO RICARDO TERRES TROIS.

ENXADRISTA VIGOROSO E CRIATIVO, DESDE LOGO DESPONTOU COMO UM DOS MELHORES NO XADREZ GAÚCHO. COLECIONANDO VITÓRIAS NO RIO GRANDE DO SUL E NO BRASIL ATINGIU A NORMA DE MESTRE INTERNACIONAL EM 5/10/78 NO 10º ZONAL SUL-AMERICANO, CONQUISTANDO ASSIM O MERECIDO TÍTULO, RECONHECIDO NO BRASIL E NO EXTERIOR.

JAMAIS SE APOSENTOU DO XADREZ, CONTINUANDO SEMPRE A IMPULSIONAR O ESPORTE EM TODAS AS OPORTUNIDADES, CONTRIBUINDO EM ESPECIAL COM O METRÓPOLE XADREZ CLUBE, PELO QUIE LHE FOI CONFERIDO O TÍTULO DE ASSOCIADO EMÉRITO.

NOS ÚLTIMOS ANOS PARTICIPOU DO 27º CAMPEONATO MUNDIAL DE XADREZ SÊNIOR 2017, EM ACQUI TERME, NA ITÁLIA; EM 2019 DO 50º ABIERTO DE MAR DEL PLATA E EM 2020 DO IV ABIERTO DE MONTEVIDEO-COPA MARCEL DUCHAMP.

UMA DAS FAÇÂNHAS PELA QUAL SERÁ SEMPRE LEMBRADO É A SIMULTÂNEA DE 15/5/1978 NO GIGANTINHO EM PORTO ALEGRE, QUANDO ATINGIU UM RECORDE NACIONAL AO ENFRENTAR 168 PARTICIPANTES COM UM APROVEITAMENTO 97,6%. 

ENQUANTO ESTEVE ENTRE NÓS, CATIVOU A TODOS COM SUA PERSONALIDADE MARCADA PELA TRANQUILIDADE, SIMPLICIDADE E SIMPATIA. 

À FAMILIA NOSSAS CONDOLÊNCIAS


FACEBOOK OFICIAL


 

domingo, 23 de agosto de 2020




TEMPO/OPORTUNIDADE

Não fomos surpreendidos pelo texto do João Luiz de Mello, médico pediatra  e escritor nas horas vagas. Participou da Oficina de Criação Literária, de Alcy Cheuiche. Tem seis contos publicados em Contos Contemporâneos 2019, editora AGE. Entretanto, a surpresa advêm
do enfoque: xadrez x tempo. Não é um texto clássico de perde ou ganha peças. Não
é um escrito óbvio de ganhar tempo com movimentos de peças, mas um conto que relaciona as memórias de jogador de xadrez. É um texto saboroso, fruto da vivência e de muita leitura, aproveite.

Nós, jogadores de xadrez, somos privilegiados.

Os que vivem dentro de um cartão ponto, encaram o tempo com a perspectiva do eterno recomeço. Amanhã, segunda-feira, após o feriado ou depois do Carnaval a vida recomeça. O envelhecimento, que imperceptível se transforma em marcas, esquecimentos inesperados e rugas consomem o tempo sem que percebam.

 É a pintura de Goya – Saturno (Chronos para os gregos) devorando um filho.

Têm tempo marcado. Sabem que seus minutos estão decididos no início do jogo. Partida também seria uma boa palavra em vez de jogo. Ao mover a primeira peça o tempo, marcado, decidido, pactuado, já estamos partindo. Saturno abre sua boca e começa o banquete.

Mexemos  uma peça e podemos “ ganhar” um tempo ou perdê-lo. Não temos  ilusão que ganhamos ali a partida. Foi só um tempo. O relógio hesita por segundos, mas não pára. A partida foi escolhida, e a chegada só pode ser abreviada. Derrubar antes o rei, xeque-mate, fim.

Desejamos ter tempo para ler aquele livro esquecido na prateleira, estudar a variante que o adversário vai usar no próximo torneio, assistir o vídeo sobre finais de torres, mas ao final descobrimos que caímos naquele buraco do depois. O  tic-tac que escutamos e da seta que caiu já eram esperados, mas fomos nós que mexemos as peças.

A vida é demasiado curta para o Xadrez – Lord Byron.


João Luiz de Mello

Médico Pediatra e Sócio do MXC

FACEBOOK OFICIAL



terça-feira, 24 de março de 2020



TEMPO-OPORTUNIDADE

TEXTO ELABORADO PELO PROFESSOR DE FILOSOFIA DA PUC-RS, E ASSOCIADO DO
MXC. EM TEMPOS DE RAPIDEZ, CORRERIA E QUE 24 HORAS JÁ NÃO SÃO SUFICIENTES
PARA AS MÚLTIPLAS TAREFAS/ATIVIDADES QUE DESENVOLVEMOS; O QUE FAZER QUANDO TEMOS TEMPO E LIBERDADE DE ESCOLHAS. SARDI APONTA UM DOS CAMINHOS, VOCÊ TÊM A LIBERDADE DE TRILHA-LHO OU ESCOLHER UM "MELHOR".
APROVEITE O TEXTO!


Eis que advém o tempo-oportunidade para uma mudança de percepção
Há circunstâncias em nossas vidas nas quais uma reflexão sincera e realista se torna imprescindível. E são geralmente aquelas em que a vida se põe diante do seu limite, e em que há a urgente necessidade de superação. Porém, refletir é uma ação interna, pessoal, intransferível. Só irá fazer sentido se for praticada livre, lucidamente. Sugere-se, portanto, que reflitamos sobre o sentido no qual a superação das crises passa invariavelmente também pela transformação de nossas percepções, de nossas disposições mentais. Dar um novo significado, então a percepção da situação que estamos mundialmente vivenciando, como uma oportunidade para realizarmos uma pausa para pensar, para nos curarmos, como um tempo destinado a um ‘retiro espiritual’ e ao crescimento moral e intelectual. E que assim possamos construir as condições para aprender a vivenciar criativamente o tempo. Meditar, ler, desenhar, pintar, escrever, esculpir, cozinhar, decorar, assistir filmes, séries e documentários que nos ajudem a crescer espiritualmente, dedicando atenção, carinho e cuidado em cada ação; dedicar o tempo a algum hobby ou brincadeira que confira prazer ao tempo vivido; aprender algo novo, praticando autodidatismo e partilhando a ajuda de outras pessoas: uma segunda ou terceira língua, história, astronomia, filosofia, mitologia, matemática, ecologia, ciências em geral, culturas diversas, o que puder lhe interessar ou despertar curiosidade, aprendendo também a ‘filtrar’ informações, percebendo que um aprendizado suscita caminhos para outros aprendizados, inesperados, surpreendentes, fazendo do aprender também um caminho de contemplação. Neste retiro espiritual, como um ato de retirar-se da sobrecarga cotidiana de preocupações e do tempo vivido sem sentidos maiores que a sobrevivência ou o consumo desenfreado, terás  tempo-oportunidade para exercitar o autoconhecimento, despertando novas potências, para que o ‘conhecer a si mesmo’ seja também um motivo para ‘reinventar e reconstruir a si mesmo’; tempo para aprendermos algo sutil e precioso sobre os relacionamentos humanos, pela renovação criativa dos laços que mantêm saudáveis as condições para a coexistência cotidiana com os nossos familiares e todos aqueles com quem convivemos em nossos lares; tempo para redescobrirmos o prazer de brincar, de reinventarmos prazeres, sentidos e motivações; oportunidade para exercitarmos a solidariedade, reconhecendo-nos como parte da humanidade, integrados na grande teia da Vida que milagrosamente habita e evolui neste planeta, a Terra, este ‘pálido ponto azul’, comparável a um milagroso ‘útero’ que navega em gigantesco, infindável universo; tempo para mudar a própria percepção do tempo, como ‘tempo de vida’, e não apenas ‘tempo de produção’, como ‘atenção ao presente’, e não apenas tempo de preocupações em que a Vida não se deixa sentir, para assim percebermos que o valor do tempo-de-vida é incomensurável por qualquer cifra monetária; oportunidade para exercitarmos a gratidão por existir e para assumirmos, assim, a profunda responsabilidade que deverá advir desta gratidão. Neste convite para que possamos exercitar uma mudança de percepção, eis que advém o tempo-oportunidade para que este ‘retiro espiritual’ seja também provocador de uma profunda reflexão sobre as condições que geraram esta situação: diante de uma crise ambiental sem precedentes, com suas múltiplas dimensões; diante da supressão social gradativa de valores e sentidos, e das patologias sociais associadas; diante da crescente supremacia do lucro e do mercado, em detrimento da vida; diante da histórica construção da idolatria do ego, da solidão do individualismo e de suas múltiplas repercussões psíquicas e sociais; diante da recente e crescente negação da ciência, da arte, da filosofia, do espírito crítico e do bom senso; diante da espiritualidade,  gradativamente suprimida em um mundo dominado pela máquina e fascinado unilateralmente pela tecnologia, e do consequente ocultamento do que nos torna efetivamente humanos; diante do esquecimento do Sentido maior de nossas existências e da Vida como um todo; diante da necessidade de substituir a liberdade e de praticarmos sentir-juntos o profundo valor de todos os seres vivos e da humanidade; diante da urgência de reconstruirmos o imaginário social do futuro, mantendo desde já as condições para que as próximas gerações que irão habitar este planeta o façam com dignidade; diante da urgência de relembrarmos como ‘faz bem’ desejar o bem, reaprendendo a amar com humilde coragem. E diante das múltiplas possibilidades que o espírito criativo da humanidade puder, em rede, gestar, eis aqui também um convite para refletirmos coletivamente sobre como esta ‘parada para pensar’ (em escala mundial) poderá nos ofertar algo positivo, apesar de tudo, apesar das vidas que infelizmente perderemos, renovando nossos votos de esperança. Com sabedoria, pratiquemos paciência, humildade, coragem, serenidade, esperança, fraternidade, persistência, caridade, compaixão. Eis que advém assim um desafio: transmutarmos a crise em uma oportunidade, uma pausa, um retiro para potencializarmos as condições para crescermos espiritualmente como humanidade, reintegrando-nos integralmente ao surpreendente mistério da teia da Vida.

segunda-feira, 16 de março de 2020


CANCELAMENTO DE EVENTOS



ENXADRISTA,

O METRÓPOLE XADREZ CLUBE, SEGUINDO RECOMENDAÇÃO
DA CBX, RESOLVEU CANCELAR AS TRÊS PRÓXIMAS COMPETIÇÕES
PROGRAMADAS PELO CLUBE.

1-TORNEIO DO MERCADO EM 28 DE MARÇO
2-BATALHA DE GUARARAPES EM 18 ABRIL
3-1ª ETAPA DA COPA ESCOLAR EM 25 ABRIL

INICIALMENTE SÃO ESSES OS CANCELAMENTOS, A SITUAÇÃO
NORMALIZANDO, RETOMAMOS AS COMPETIÇÕES EM MAIO.

AQUELES QUE SE INSCREVERAM E PAGARAM SUAS INSCRIÇÕES PARA
OS DOIS IRT!'s, MERCADO E BATALHA,  O CLUBE DEVOLVERÁ O VALOR RECEBIDO.
SOLICITAMOS QUE OS JOGADORES QUE TÊM CÓDIGO PARA DEPÓSITO,
NÃO FAÇAM O PAGAMENTO.

O CLUBE CONTA COM A COMPREENSÃO DE TODOS OS ENVOLVIDOS.

DIRETORIA DO MXC



sexta-feira, 20 de dezembro de 2019


Aos Associados do Metrópole e Enxadristas,



Que neste Natal nossas diferenças sejam apenas as cores das peças no tabuleiro,
os relógios dêem todo o tempo necessário para confraternizar sem cair a seta e
adversário seja sinônimo de amigo para apertar as mãos após a partida.
Em 2020 tenhamos mais fraternidade, paz, saúde, felicidade, muitos torneios no MXC,
e que cada um de nós possa também contribuir para realizar cada um destes desejos.
É uma mensagem singela, que representa nossos votos de um feliz natal e um 2020
repleto de realizações. Bom xadrez!

Texto de autoria de João Luiz de Mello
FACEBOOK OFICIAL

domingo, 13 de outubro de 2019

3º IRT METRÓPOLE RÁPIDO
82 ANOS DO MXC - 2019
FIDE 232379-CBX 5053-FGX


Enxadrista

Realizamos sábado, dia 26, nosso torneio de aniversário, são 82 anos de história, toda dedicada ao ensino e prática do xadrez. Na oportunidade tomaram posse os membros do Conselho Deliberativo do Clube, com mandato de 4 anos, presididos pelo Desembargador Luiz Felipe Azevedo Gomes , que reelegeram o Coronel Waldir José Rabuske para mais um mandato, tendo como Vice o Sr. Tadeu Fernando Nunes da Silva. A Diretoria agradece a todos que de alguma forma contribuem para o sucesso de nosso Clube.
Tivemos um torneio tranquilo, conduzido pelo nosso Diretor de Arbitragem, AI César Brasil Viegas e equipe de árbitros do MXC. Mais uma vez, e frisamos que é marca registrada de nosso clube, foi a presença de escolares, competindo e adquirindo experiência.
Abaixo as informações e fotos.



DATA: 26 OUTUBRO



FINAL - NAVEGUE PELO LINK

http://chess-results.com/tnr475889.aspx?lan=10

FOTOS
https://photos.app.goo.gl/vZwXgUss9EuRihYT9

 
FACEBOOK OFICIAL

https://www.facebook.com/pg/Metr%C3%B3pole-Xadrez-Clube-1938363783114950/posts/?ref=page_internal    
                 10ª COPA ESCOLAR 2019


30 NOVEMBRO 2019

SEM ABERTURA TEMÁTICA

REGULAMENTO PARA TODAS ETAPAS
https://drive.google.com/file/d/1J_gGZJMfCGAZPWCMKH1-vJbClLJoJfiL/view?usp=sharing


CHESS RESULTS E FOTOS

1ª ETAPA - FINAL    

http://chess-results.com/tnr422595.aspx?lan=10

FOTOS 1ª ETAPA      https://photos.app.goo.gl/EuESKvkZM3R4im5v6

2ª ETAPA - FINAL - NAVEGUE NO LINK
http://chess-results.com/tnr439476.aspx?lan=10

FOTOS 2ª ETAPA
https://photos.app.goo.gl/VPqqkJ3LQShuKhUu9


FACEBOOK OFICIAL

https://www.facebook.com/pg/Metr%C3%B3pole-Xadrez-Clube-1938363783114950/posts/?ref=page_internal


terça-feira, 1 de outubro de 2019

3º IRT METRÓPOLE STANDARD 2019
FIDE 230.450   - CBX 5013 - VÁLIDO FGX



FINALIZAMOS NESSE FINAL DE SEMANA, NOSSO 3º IRT
STANDARD 2019

1º LUGAR PAULO SÉRGIO DE CASTRO OLIVEIRA
- QUE TAMBÉM FICOU COM A VAGA PARA SEMIFINAL
NO DUCHAMP IN RIO
2º ADO CALSING
3º ANDERSON BATISTA BRUM DA SILVA
MELHOR PNE
ADROILDO JOSÉ MARTINS
MELHOR SUB-18
ENZO GUEDES CALSING
MELHOR FEMININO
REGINA TERESINHA VIEIRA
MELHOR VETERANO
ARMANDO SCHARLAU PEREIRA
FINAL - NAVEGUE PELO LINK

http://chess-results.com/tnr468398.aspx?lan=10

FOTOS
https://photos.app.goo.gl/CQwczutSsKVeXp6H7

 FACEBOOK OFICIAL

https://www.facebook.com/pg/Metr%C3%B3pole-Xadrez-Clube-1938363783114950/posts/?ref=page_internal